Voltar
Desafio

Saúde e Qualidade de Vida

A saúde e a qualidade de vida são dois fatores de profundo impacto no futuro das cidades. Foi pensando neste impacto que o Curitiba 2035 repensou as ações de saúde voltadas para prevenção e promoção de processos voltados para saúde-doença. No que diz respeito à qualidade de vida, questões como humanização e modernização de espaços urbanos já existentes entraram em pauta. 

Ambos os temas têm uma importância acentuada para o desenvolvimento das cidades e se configuram como questões fundamentais para a consolidação de uma cidade mais saudável. A qualidade de vida é uma questão contemporânea latente em todo o mundo – e esta temática nasce a partir da busca do bem-estar e satisfação da população em relação ao espaço que ocupa. 

Atualmente Curitiba apresenta alguns dos melhores índices de saúde e qualidade de vida do Brasil. É possível observar esta relação nos gráficos abaixo:

 

 

Na busca pela otimização da saúde e da qualidade de vida em Curitiba, o Curitiba 2035 objetivou um ambiente que prioriza a saúde e a qualidade de vida. Esta priorização deve ser construída a partir de educação, relações humanas bem estruturadas, implementação de tecnologia, harmonia com o meio ambiente e tudo que o envolve. 

O projeto identificou como barreiras para o pleno desenvolvimento do eixo da saúde e qualidade de vida os seguintes fatores:

  • Ineficiência do modelo de gestão em saúde vigente;
  • Escassez de ações de promoção, prevenção e educação em saúde;
  • Insuficiência de recursos humanos em saúde;
  • Deficiência nos diagnósticos clínicos;
  • Desigualdades no acesso a equipamentos de saúde;
  • Deficiência na infraestrutura de lazer e esporte;
  • Limitação nos recursos para cultura.

Além destas barreiras, foram vistos como fatores críticos que influenciam expressivamente no sucesso deste eixo a educação, a gestão, as políticas públicas e recursos alocados.

Para contornar as dificuldades enfrentadas no processo, diversas reflexões foram feitas coletivamente a respeito de possíveis ações a curto, médio e longo prazo para o eixo da saúde e da qualidade de vida.

 

Educação

A educação é fundamental para o andamento do Curitiba 2035, uma vez que esta é um fator estrutural para todas as ações. Existe uma estreita relação entre educação, saúde e qualidade de vida, uma vez que a educação impulsiona a prevenção de doenças e o engajamento da população em assuntos relacionados com o bem-estar geral. 

 

Gestão

A gestão se refere ao planejamento, execução, monitoramento e avaliação de todas as políticas propostas pelo Curitiba 2035 como um todo. Neste aspecto em específico – saúde e qualidade de vida – a gestão se refere ao uso eficiente dos recursos alocados para esta frente de atuação. Se refere também à otimização dos resultados e das ações aprendidas a partir das ideias propostas coletivamente. 

 

Políticas Públicas

No caso da saúde e da qualidade de vida, as políticas públicas são formuladas para fomentar planos, decisões, procedimentos e metas do governo voltados para resolver as problemáticas deste eixo.

 

Recursos

Os recursos condizentes com o eixo da saúde e da qualidade de vida devem ser aplicados e controlados. Estes podem se configurar em forma física, material, financeira, humana, mercadológica ou administrativa.

Voltar