Voltar
Desafio

Conceitos | Riscos e Premissas em Projetos

Quando se elabora um termo de abertura de um projeto, além do cronograma, dos responsáveis e dos custos do projeto, há um outro item que pode impactar o curso pré-estabelecido: os riscos. Eles são um conjunto de eventos que podem ocorrer sob a forma de ameaças ou de oportunidades que, caso se concretizem, influenciam o objetivo do projeto negativa ou positivamente.

Os riscos podem ser internos ou externos ao projeto e para cada um deles o gerente de projeto deverá, juntamente com sua equipe, elaborar um plano de ação eficaz o suficiente para que caso o risco ocorra impacte o mínimo possível. O risco pode levar o projeto ao fracasso se não for avaliado corretamente. O risco tem dois componentes: a probabilidade de ele acontecer e o impacto causado caso aconteça. O gerenciamento de riscos adequado colabora para maximizar os resultados de eventos positivos e minimizar as consequências de eventos adversos.

São exemplos de riscos:

  • Internos: tecnologia, serviços, políticas, priorização, etc.;
  • Externos: fornecedores, financiamento, mercado, fatores ambientais;
  • Intrínsecos ao projeto, ou seja: equipe, objetivos, escopo, estimativas, recursos, critérios, clima organizacional. Todo projeto estará sujeito à esses fatores.

A probabilidade de um risco se confirmar é maior no início do projeto e vai decrescendo no decorrer do seu ciclo de vida. Porém a probabilidade de elevação do impacto financeiro (aumento de custos inicialmente previstos) cresce durante o avanço do projeto.

Riscos são diferentes das premissas, que são suposições ou hipóteses que devem ser consideradas verdadeiras para a conclusão do projeto, mas ambos podem estar relacionados. Uma premissa pode gerar um risco.  Para gerenciamento de projetos, as premissas que devem ser declaradas são aquelas consideradas “verdadeiras” dentro dos processos de planejamento. Ou seja: os fatores considerados verdadeiros sem que haja comprovação para fins de planejamento. As premissas podem ser organizacionais, ambientais e externas. São alguns exemplos de premissas:

  • A variação do câmbio durante a execução do projeto;
  • O índice pluviométrico é menor entre os meses de abril e outubro;
  • Durante o período de execução, o responsável pelo desenvolvimento do software de gerência não será deslocado para outro projeto.

Por isso é fundamental que o gerente do projeto identifique e compreenda os riscos e as premissas, planejando e aplicando planos de contingência e atuando na conscientização do time e de outras partes interessadas para mitigar quaisquer eventos ou situações que impactem no andamento do projeto.

Voltar