Voltar
Desafio

O processo de implementação: Construir com as Secretarias

Para que fosse possível a elaboração dos contratos de gestão, que deveriam ser assinados no final de 2013 para o início do primeiro ciclo em 2014, a Secretaria de Gestão e a Fundação Vanzolini realizaram o trabalho de elaboração de indicadores e metas juntos às secretarias priorizadas pelo Prefeito - Saúde, Educação, Assistência Social, Cidadania, Gestão, Finanças e Ouvidoria). Esta fase durou aproximadamente de três meses, entre outubro e dezembro de 2013.

Iniciando a etapa de desenvolvimento e implementação do programa, foram realizadas reuniões com as secretarias para desenvolvimento dos indicadores e das metas que deveriam estar contidas nos Contratos de Gestão de Metas de Resultados.

Para as reuniões internas a equipe da Secretaria de Gestão e a equipe da Fundação Vanzolini realizaram um trabalho preparatório de levantamento de dados referentes a cada secretaria. Os levantamentos continham dados orçamentários, informações sobre os serviços, informações sobre as redes de atendimento, o alcance dos serviços prestados, e demais indicadores (como por exemplo, dados da saúde sobre atendimento na rede municipal, ou taxa de mortalidade infantil, número de vaga em creches, número de acidentes de trânsito, entre outros). As fontes utilizadas para o levantamento dos dados incluíram, Plano Plurianual, Plano de Governo, Lei de Diretrizes Orçamentária, e sistemas informatizados sobre prestação de serviços das secretarias, ou federais, como o DataSUS.

Este levantamento permitiu mapear o quadro geral da secretaria e identificar os principais gargalos que deveriam ser foco de ação do PDR, permitindo uma atuação mais estratégica por parte da equipe do programa.

Uma das primeiras ações junto às equipes foi a aplicação da metodologia de planejamento estratégico, proposta trazida pela equipe da Fundação Vanzolini. A partir de questionamentos como “Quem é você, qual finalidade e missão dentro da estrutura da Prefeitura?” ou “Quais seus objetivos estratégicos para atender missão institucional?”, esta metodologia pretendia provocar os servidores a delimitar seu escopo de trabalho, a chamada “missão”, e estabelecer objetivos estratégicos de curto, médio e longo prazo.

A utilização desta metodologia permitiu explicitar, para o próprio conjunto dos servidores, seus objetivos enquanto prestadores de serviço, contribuindo para uma ação mais pontual na definição das metas.

Voltar