Voltar
Temas

O Observatório: Coordenadoria da Juventude

A Coordenadoria da Juventude tem sido um espaço de diálogo dos jovens com o poder público, e algumas dessas inquietações já estão sendo reconhecidas e avaliadas. Os dados escolares e de criminalidade sobre juventude presentes no Observatório tem sido um elemento fundamental para propor pautas e ações para a juventude do município.

Existe, atualmente, o compromisso do prefeito em construir a primeira escola técnica da cidade, além do projeto da Secretaria de Cultura, que inclusive já recebeu verba para a construção de um Centro de Formação e Economia Criativa (CEFEC).

O Centro foi cocriado pela Coordenadoria de Juventude, Secretaria de Cultura, com arquitetos e engenheiros, para que pudesse ter a cara dos próprios jovens. O CEFEC vai contar com uma cozinha experimental, oficina de marcenaria, de elétrica, entre outros espaços para instalação de ações educativas dos Coletivos Jovens de dança, música e outras artes que existem na cidade.

Nos equipamentos já existentes, a Coordenadoria tem realizado ações dentro das escolas do município, no projeto “Juventude sem Caô”, são realizadas palestras e rodas de conversas de diversos temas de interesse dos estudantes, como debates sobre sexualidade e sexo com a presença de profissionais de saúde.

Atualmente, baseados em um projeto estadual “Papo Responsa”, temas de segurança pública são debatidos nas escolas, com a participação do próprio coordenador da juventude, de pessoas da secretaria de educação e de dois Guardas Civis, sobre os papéis das polícias e da guarda, e a percepção que os jovens têm dessas corporações, sobre tráfico e consumo de drogas, entre outros temas candentes específicos da escola em questão.

Já nas regiões mais vulneráveis e mais críticas em relação ao tráfico, existe sim um problema de facções e, existe violência ali. Mas há de se ponderar sobre o grau real de perigo. Hoje tem muito de um terror plantado para assustar as pessoas. O jovem que não tem contato com o crime, ou não participa de nenhuma facção, ao contrário do que dizem, consegue circular nos diversos bairros do município. Pelo menos a Coordenadoria tem conseguido realizar atividade em qualquer um dos bairros da cidade sem nenhuma restrição ou preocupação.

 

f

 

As diversas ações realizadas pelas Coordenadorias especiais e Secretarias Municipais demonstram o poder mobilizador e transformador de uma política pública assertiva, legítima e viável. A maneira pela qual os servidores foram se envolvendo cada vez mais com o preenchimento de dados reforça a percepção de que, na medida em que a existência do Observatório permite a melhoria das ações públicas, cada vez mais os servidores abraçavam a causa.

No entanto, ainda existem problemas a serem resolvidos. Há um certo desnivelamento do preenchimento dos dados em cada secretaria, e algumas ainda precisam de uma organização e definição melhor de quais indicadores devem ser coletados, por exemplo, nas escolas estaduais que estão instaladas no município.

As Coordenadorias, no momento, apenas usam os dados inseridos pelas outras secretarias, mas devem, também, preencher informações que apenas elas teriam acesso.

Com a transferência definitiva da administração do Observatório para a Prefeitura, também será necessário o cuidado de manutenção das máquinas e banda de internet para tal. São ações burocráticas que podem parecer simples, mas são de fundamental importância para a perenidade do Observatório.

Voltar