Voltar
Temas
Desafio

Líderes públicas que inspiram

O Brasil ocupa, não por acaso, o 115° lugar em relação a 138 países no ranking que analisa a presença feminina parlamentar, elaborado pelo Projeto Mulheres Inspiradoras (PMI). com base no banco de dados primários do Banco Mundial e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Tal indicador aponta a falta de representatividade da mulher dentro da política nacional, trazendo a reflexão de que a inserção do gênero feminino dentro do processo é, de fato, sucinta.

+ Leia mais: Mulheres na política, o TSE e as convenções internacionais (JOTA)

Para inspirar nosso país a fazer parte de um contexto diferente, trazemos uma lista de mulheres que também nos inspiram. São elas:

 

1 - Ellen Johnson Sirleaf

 

1

A economista Ellen Sirleaf, além de ex-presidente da Libéria, foi vencedora do prêmio Nobel da Paz em meados de 2011. O motivo que a levou a receber tal distinção foi sua eleição dentro da Libéria, que além de representar a eleição ate então inédita de uma mulher como chefe de Estado na África, levou à queda do ex-presidente Charles Taylor, julgado por crimes contra a humanidade.  

 

2 - Theresa May 

 

2

Theresa Mary May é atual primeira-ministra do Reino Unido, sendo a segunda mulher, depois apenas de Margareth Thatcher, a ocupar o cargo. May é considerada personalidade fundamental no processo de separação entre o Reino Unido e Europa e é frequentemente incluída em rankings que apontam as pessoas mais influentes do mundo.  

 

3 – Angela Merkel

 

3

Angela Merkel é a atual chanceler da Alemanha, sendo o quarto mandato seguido qual ocupa este posto. Assim como Theresa May, é reconhecida por veículos como a Forbes como uma das mulheres mais poderosas do mundo, sendo colocada em primeira posição no ano de 2017. Merkel foi a responsável por harmonizar a Alemanha durante o período de crise econômica na Europa. Merkel tem uma trajetória inusitada. Licenciou-se em Física na Universidade de Leipzig e concluiu doutorado em física quântica em 1978. Começou a trabalhar nesse mesmo ano na Academia de Ciências de Berlim, mais especificamente no Instituto de Química e Física, onde se manteve até 1990 , quando foi eleita como deputada para o Bundestag.

 

4 – Michelle Bachelet

 

3

A médica Michelle Bachelet foi a primeira mulher presidente do Chile, eleita em 2006. Michele governou o país de 2006 a 2014 e retornou ao cargo em 2014, em uma vitória representativa da história democrática do país. Bachelet é frequentemente descrita na mídia e na política internacional como uma líder pública que luta ativamente pelos direitos das mulheres. Apesar de ter enfrentado momentos de rejeição durante seu mandato, é atualmente lembrada como uma das líderes mais populares do país.

 

5 – Hilda Heine

 

6

A professora Hilda Heine foi a primeira mulher a ser eleita como chefe de Estado das Ilhas Marshall, país oceânico que foi administrado pelos Estados Unidos até 1986. Heine foi a primeira cidadão das Ilhas Marshall a obter o grau de doutorado e luta pelos direitos das mulheres, tendo fundado o órgão Women United Together Marshall Islands.

 

6 – Tsai Ing-Wen

 

4

A atual presidente de Taiwan, Tsai Ing-Wen, foi a primeira mulher a ocupar o cargo de presidente do país. Venceu as eleições presidenciais no ano de 2016 com a maioria de 59% dos votos dos cidadãos do país e tem como objetivo firmar, internacionalmente, o reconhecimento da independência de Taiwan em relação à China.

 

7 – Joyce Banda

 

7

Joyce Banda foi presidente do país africano Malawi, correspondendo à posição de terceira mulher a alcançar o cargo de chefe de Estado da África. Participou de movimentos feministas e engajou-se durante sua vida enquanto política para radicar a fome no continente africano.

 

8 – Simonetta Sommaruga

 

8

Simonetta Sommaruga é uma dos sete ministros que estão no Conselho Federal da Suíça, sendo chefe do Departamento Federal de Justiça e Polícia. A Suíça não possui chefe de governo e possui o Conselho Federal como órgão máximo do país. É uma das duas únicas mulheres que compõe o Conselho, tendo ao lado Doris Leuthard.

 

9 – Sheikh Hasina

 

10

Sheikh Hasina, atual primeira-ministra de Bangladesh, é filha do fundador do país, Sheikh Mijibur Rahman. Hasina foi exilada após o assassinato de seu pai durante um golpe de Estado realizado em 1975, contudo, subiu ao poder em eleições realizadas em 1996.

 

10 - Helen Clark

 

789

Helen Clark foi a segunda mulher a ocupar o posto de primeira-ministra da Nova Zelândia. A ex-primeira-ministra ocupou diversos cargos políticos antes de se tornar chefe de Estado, dentre quais, a posição de membro do parlamento neozelandês. Helen comandou o Programa da Onu para o Desenvolvimento (PNUD).  

Voltar