Voltar
Desafio

Conceitos | Indicadores

Os indicadores são instrumentos de gestão essenciais nas atividades de monitoramento e avaliação das organizações, assim como seus projetos, programas e políticas, pois permitem acompanhar o alcance das metas, identificar avanços, melhorias de qualidade, correção de problemas, necessidades de mudança, etc. Um indicador está sempre associado ao produto de um processo utilizado.

Um bom indicador deve possuir as seguintes características:

  • Específico:  os objetivos devem ser formulados de forma específica e precisa;
  • Mensurável: os objetivos devem ser devem ser mensuráveis e analisáveis quantitativa e/ ou qualitativamente;
  • Atingível: os objetivos devem ser atingíveis e concretizáveis;
  • Relevante (ou realista): os indicadores devem medir precisamente a mudança que o projeto aspira gerar, mas precisam ser realistas e ter limites;
  • Temporizável: deve estar associado a um prazo, com tempo de duração.

 

Existem diversos tipos de indicadores que podem ser avaliados pelos gestores de projeto avaliando os resultados continuamente. A utilização ou não de um indicador varia de acordo com os objetivos e a finalidade do projeto.

  • Indicadores de eficácia: buscam medir o nível de cumprimento dos objetivos;
  • Indicadores de eficiência: buscam medir quão bem os recursos foram utilizados; Indicadores de qualidade: buscam avaliar os atributos dos bens e serviços; Indicadores de custo: relacionam o custo gasto com o custo programado;
  • Indicadores de economia: medem a capacidade do projeto para recuperar os custos realizados;
  • Indicadores de cronograma: medem o nível de cumprimento dos prazos programados;
  • Indicadores de quantidade: medem o nível de cumprimento em relação à quantidade programada de produtos ou serviços a gerar.

 

Além das regras de monitoramento da gestão e situação dos projetos, algumas práticas de planejamento e acompanhamento de projetos são relevantes:

  • Ser o mais objetivo possível;
  • Usar os nomes das pessoas responsáveis por uma ação, e não por área;
  • Planejamento feito com os monitores do EGP;
  • O projeto precisa ter um objeto claro e objetivo e um prazo;
  • Os indicadores precisam expressar o desempenho do projeto;
  • Utilizar o verbo no infinitivo para determinar as ações e o particípio passado para as entregas ou marcos;
  • Recomenda-se que o tempo das ações não seja superior a 30 dias (apenas em casos especiais ou legais);
  • Acompanhamento mensal feito com os monitores do EGP;
  • Relatório com periodicidade definida (quinzenal ou mensal).
Voltar