Voltar
Desafio

Boas Práticas | Empreendedorismo na Saúde

A seguir vamos mostrar alguns exemplos de inovações surgidas nesse modelo de empreendedorismo sem citar os nomes dos produtos, apenas destacando sua funcionalidade.

 

Triagem nas Unidades de Urgência Emergência

Trata-se de uma solução que organiza e agiliza a avaliação de risco nas unidades de urgência e emergência. No mesmo aparelho, o profissional de saúde realiza todos os exames e testes necessários. A plataforma, por sua vez, indica o grau de risco e a necessidade de atendimento de acordo com o Protocolo de Manchester. A plataforma também controla o fluxo de atendimento, permitindo assim o gerenciamento de situações críticas e gerando relatórios que servem de base para avaliação e aperfeiçoamento permanente do atendimento.

 

Consultas Básicas e Especializadas

Há mais de uma iniciativa no mercado com as mesmas características. Oferecem consultas básicas e especializadas, além de exames laboratoriais a baixo preço com foco na população de baixa renda. São clínicas bem estruturadas, em locais de fácil acesso e com demanda crescente. Funcionam por demanda e não contam com programas estruturados de prevenção. Já existem experiências semelhantes na área de odontologia.

Seu modelo de atendimento poderia ser estruturado como complementar aos serviços próprios das redes municipais.

 

Gerenciamento de doentes crônicos

Já estão disponíveis diversos aplicativos com foco no gerenciamento de risco e em portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. As plataformas fazem a integração entre os pacientes e as equipes de saúde de retaguarda que acompanham o tratamento, inclusive as iniciativas de mudança de hábitos dos pacientes.

Aplicativos desse tipo seriam uma poderosa ferramenta de apoio aos programas já existentes no SUS, destinados ao acompanhamento de casos crônicos, que hoje se desenvolvem com ferramentas tradicionais.

Os aplicativos facilitam o monitoramento dos pacientes, prevenindo o agravamento dos quadros clínicos e as necessidades de reinternação, que comprometem a qualidade de vida do paciente e alavancam os custos do seu tratamento.

Voltar