Voltar
Desafio

Ferramentas | Diagrama de Pareto

O Diagrama de Pareto é um recurso gráfico que tem o objetivo de compreender a relação ação - benefício, ou seja, ele permite selecionar prioridades quando há um grande número de problemas. O diagrama é uma técnica de estatística e utilizado como uma das ferramentas básicas da qualidade. Segundo esse princípio, os itens significativos de um grupo normalmente representam uma pequena proporção do total de itens desse mesmo grupo; assim a maior parte dos prejuízos é causada por um número relativamente pequeno de defeitos.

O princípio de Pareto defende que 20% dos defeitos são responsáveis por 80% dos prejuízos.

 

Como este princípio surgiu?

Em 1896, o economista italiano Vilfredo Pareto publicou um artigo que mostrava que 80% das terras na Itália eram detidas por 20% das pessoas. Ele estudou também outros países e descobriu que esta distribuição 80/20 da riqueza era extremamente consistente. Foi só no ano 1941 que um consultor de gestão chamado Joseph Juran descobriu a pesquisa de Pareto e passou a aplicá-la na gestão de qualidade. Nesse caso, Juran também descobriu que a distribuição 80/20 era verdadeira - ele descobriu que 80% dos problemas de qualidade eram causados por 20% dos defeitos. Juran chamou esse fenômeno de "os poucos essenciais e os muitos triviais", também conhecido como Princípio de Pareto ou a regra 80/20.

Para a elaboração do diagrama, as informações sobre causas e efeitos são pesquisadas e dispostas em tabela, indicando a participação de cada causa no total de efeitos. O Diagrama é então composto uma sequência de barras que ordena as frequências das ocorrências em ordem decrescente, permitindo a localização de problemas vitais e a eliminação de perdas futuras. Muitas vezes os diagramas contam com a porcentagem comum dos valores e a porcentagem acumulada das ocorrências, tornando possível avalizar o efeito acumulado dos itens selecionados.

Voltar